Você está em Material de apoio > História da Filosofia

Pico Della Mirândola (1463 - 1494)

           Mirândola foi um grande estudioso da Cabala, uma doutrina mística que tem por base a teologia judaica e é, segundo a crença, uma revelação de Deus para que os homens pudessem conhecê-lo de modo mais profundo e entender a bíblia de forma mais clara.

            Além da cabala Pico estudou também a condição da dignidade humana. Para ele o homem é a grande criação do universo, nós somos o verdadeiro e extraordinário milagre divino. E somos o grande milagre porque todas as outras criaturas já nascem com um destino traçado, já nascem destinadas a serem o que são e não podem ser outra coisa.

            Já o homem tem a capacidade e a possibilidade de fazer-se a si próprio, a sua natureza não é predeterminada. O grande milagre no homem é que ele pode inventar a si próprio, o homem pode construir a si mesmo. Não somos nem terrestres nem celestes, não somos imortais nem mortais, estamos na divisa dos dois mundos. Temos a liberdade de nos fazer conforme nossa preferência, somos criadores de nós mesmos.

           Segundo nossa responsabilidade podemos nos tornar brutos e inferiores como as coisas da natureza, ou podemos também nos aproximar das coisas celestes e através da nossa inteligência atingir as coisas superiores e divinas.

            Nós somos um rudimento, uma possibilidade de um novo ser, conforme nos desenvolvermos podemos nos tornar planta, animal, anjo ou podemos até mesmo participar em conjunto do Espírito de Deus.

            O homem é superior a todas as outras criaturas do mundo. Como o homem foi o último a ser criado Deus o fez com a característica das diversas outras criações divinas. Por sermos livres temos a escolha de corromper-nos e baixarmos ao nível irracional dos animais ou de nos reconstruir seguindo a imagem divina. A reconstrução do homem é o seu renascimento, a sua reforma. O caminho para alcançarmos o renascimento passa pelas diversas formas de saber, mas o mais alto saber é o teológico.   

 

Sentenças:

- A amizade é uma virtude.

- Cada um tem em si próprio dez punições: a ignorância, a tristeza, a inconstância, a avareza, a injustiça, a luxúria, inveja, traição a raiva e a malícia.


Pico Della Mirândola


Responsável: Arildo Luiz Marconatto

Como referenciar: "Pico Della Mirândola (1463 - 1494)" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2021. Consultado em 02/08/2021 às 09:36. Disponível na Internet em http://filosofia.com.br/historia_show.php?id=58