Você está em Pratique > Livros

Livro da semana

(05/Out) Against Relativism - A Philosophical Defense of Method, de James F. Harris
James Harris, professor de Filosofia do College of William and Mary, rebate o que ele chama de relativismo radical cujas bases estão principalmente no pensamento anglo-americano, na filosofia analítica, nas ciências sociais. Harris inicia examinando a teoria e a realidade a partir de Galileu. É o caminho que ele traçará aproximadamente do Iluminismo ao Relativismo. Então, pesquisa a ontologia e a linguagem, o relativismo lógico em Quine. Investiga e discute, a partir dos pressupostos internos de cada autor, Goodman, Kuhn, Winch, Gadamer, Peirce. O que Harris, em essência, faz é utilizar reflexões e argumentos familiares ao relativismo contra o próprio relativismo. Em seu caso, isso é um convite, uma introdução a uma discussão. Ao tratar de Kuhn, por exemplo, ele procura questionar se o conceito de paradigma não é, em si mesmo, ininteligível ou paradoxal. Para o professor Harris, o relativismo radical tem se espalhado pela academia, pela sociedade, pela cultura e a posição que ele adota é contrária, é a apologia do método, do discurso, da regra.
 

 
 
Como referenciar: "Against Relativism - A Philosophical Defense of Method, de James F. Harris" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2020. Consultado em 12/07/2020 às 01:28. Disponível na Internet em http://filosofia.com.br/vi_livro.php?id=20