Você está em Ajuda > Dicionário

Dicionário de Filosofia

Ubiquidade
O modo de ser no espaço que os escolásticos do século XIV chamavam de definitivo; consiste em estar tudo em todo o espaço, e tudo em qualquer parte do espaço. Esse modo de ser era distinguido do chamado circunscrito, que consiste em estar tudo em todo o espaço (ocupado) e parte em cada parte dele. O conceito de existência espacial definitiva servia para entender a presença do corpo de Cristo no pão e a onipresença de Deus no mundo.
 

Ucronia
O título de um romance de Charles Renouvier, em que o autor se propõe reconstruir "a história apócrifa do desenvolvimento da civilização europeia, como poderia ter sido, mas não foi". A finalidade do romance é mostrar a ausência da necessidade em história.
 

Unívoco e Equívoco
1 - Aristóteles acreditava que os objetos podem ser Unívocos quando tem em comum o mesmo nome - tanto o cavalo quanto o homem são animais -, ou Equívocos, quando tem o mesmo nome mas são objetos diferentes - a imagem de um homem e um homem podem se chamados de homem. 2 - Na Filosofia Clínica Unívoca é uma informação que não se confunde com outras quanto a ter mais de um significado e Equívocos são termos com significados obscuros, confusos e vagos.
 

Uniforme
1. O que pertence a mesma espécie ou à mesma essência ou substância; objetos que têm o mesmo gênero, a mesma espécie ou, em geral, a mesma natureza. 2. O que permanece constante, imutável ou pelo menos relativamente constante e imutável. 3. O que apresenta analogias ou semelhanças parciais, e é suscetível de previsão. 4. O que está em conformidade com uma ordem, ou seja, com uma regra ou uma lei qualquer.
 

Universais
Designação genérica que discute, em filosofia, a origem e a natureza das idéias. Sobre a questão firmaram-se três posições fundamentais: nominalismo, realismo e conceitualismo. Motivo de controvérsia e reflexão escolástica.
 

Urdoxa
Para Edmund Husserl, Urdoxa é a certeza que caracteriza a crença.
 

Utilitarismo
Corrente do pensamento ético, político e econômico inglês dos séculos XVIII e XIX. O Utilitarismo é a tentativa de transformar a ética em ciência positiva da conduta humana. O Utilitarismo substitui a consideração do fim, derivado da natureza metafísica do homem, pela consideração dos móveis que levam o homem a agir. É ainda o reconhecimento do caráter supra-individual ou intersubjetivo do prazer como móvel, de tal modo que o fim de qualquer atividade humana é a maior felicidade possível, compartilhada pelo maior número possível de pessoas.
 

Utopia
Thomas More deu esse nome a uma espcie de romance filosfico em 1516, no qual relatava as condies de vida numa ilha desconhecida denominada Utopia, nela teriam sido abolidas a propriedade privada e a intolerncia religiosa. Depois disso, esse termo passou a designar no s qualquer tentativa anloga, tanto anterior quanto posterior (como a Repblica de Plato ou a Cidade do Sol de Campanella), mas tambm qualquer ideal poltico, social ou religioso de realizao difcil ou impossvel.
 

 
 
Como referenciar: "Dicionário - U" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 14/11/2019 às 00:30. Disponível na Internet em http://filosofia.com.br/vi_dic.php?palvr=U