Você está em Ajuda > Dicionário

Dicionário de Filosofia

Tautologia
Discurso ou definição vicioso e inútil, pois repete na consequência, no predicado ou no definição o conceito já contido no primeiro membro. Processo de raciocínio que consiste em repetir com outras palavras o que se pretende demonstrar.
 

Tábula Rasa
Estado de absoluto vazio mental anterior a toda experiência. Platão pensava que a alma era parecido a um bloco de cera onde se gravam as sensações e os pensamentos de que depois nos lembramos. Aristóteles comparava o intelecto a uma tabuinha onde nada está escrito.
 

Tédio
Para Blaise Pascal, sem o divertimento haveria o tédio, e este nos levaria a buscar um meio mais sólido para sair dele. Mas o divertimento nos deleita e assim nos faz chegar distraídos à morte; Arthur Schopenhauer acreditava que tão logo a miséria e a dor concedem uma trégua ao homem, o tédio chega tão perto que ele necessita de um passatempo, por isso, segundo ele, a vida oscilava continuamente entre a dor e o tédio. Martin Heidegger entendia que o tédio é o sentimento que revela a totalidade das coisas existentes em sua indiferença.
 

Tética
Para Immanuel Kant: qualquer conjunto de doutrinas dogmáticas.
 

Tético
Para Johann Gottlieb Fichte, Tético é o juízo no qual alguma coisa não é posta como igual ou contrária a outra, mas apenas como igual a si mesma. Por exemplo o juízo Eu Sou, no qual, nada se afirma do eu, mas deixa-se vazio o lugar do predicado para a possível determinação do eu ao infinito.
 

Tecnocracia
Uso da técnica como instrumento de poder por parte de dirigentes econômicos, militares e políticos, em defesa de seus interesses, considerados concordantes ou unificados, com vistas ao controle da sociedade.
 

Teleóclise
Tendência à atividade finalista, considerada própria dos organismos vivos. Semelhante, em Filosofia Clínica, ao Discurso Completo, que diz respeito a quando a vivência de algo é completa.
 

Teleofobia
Aversão ao finalismo. Semelhante em Filosofia Clínica ao Discurso Incompleto, que diz respeito a quando a vivência de algo é incompleta.
 

Teleologia
Parte da filosofia que explica os fins das coisas.
 

Teleonomia
1 - Interpretação das causas finais como o resultado de um conjunto de princípios. 2 - Pensamento de que as estruturas ou funções dos organismos vivos existem devido às vantagens seletivas que são capazes de proporcionar, indicando a adaptação funcional dos seres vivos e de seus artefatos à conservação e à multiplicação da espécie.
 

 
 
Como referenciar: "Dicionário - T" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 14/11/2019 às 00:25. Disponível na Internet em http://filosofia.com.br/vi_dic.php?palvr=T