Biblioteca Virtual
 Biografia de Filósofos
 História da Filosofia
 Laifis de Filosofia

 Eventos
 Resenhas
 Livros
 Entrevistas

 Oráculo
 Dicionário de Filosofia
 Vídeos de Filosofia
 Rádio Filosofia
 Como estudar Filosofia
 Dicas para Monografia
 Filos. e Outras Áreas
 Filos. na Sala de Aula

 Exercícios Comentados
 Jogos On-line
 Provas de Concursos

 Curso de Filosofia

 Curiosidades Filosóficas
 Escolas de Filosofia
 Filosofia Clínica
 Histórias Filosóficas
 Relato do Leitor
 Frase de um Leitor
 Charges
 Fil. para Crianças
 Lançamento de Livros
 Livros para Download
 Frase de Filósofos
 Uma Foto, uma História
 Trechos de Livros
 Enquetes
 Cursos de Extensão
 Fale Conosco

 

 

Filosofia para crianças

Peter Büttner, um pioneiro.
Peter Büttner, um pioneiro.



O Prof. Dr. Peter Büttner, nasceu na Alemanha e após concluir sua faculdade de filosofia veio para o Brasil na década de 60, um pioneiro da Filosofia e de Filosofia para Crianças no Estado de Mato Grosso e no Brasil.
Ele escolheu viver no Brasil e aqui desenvolveu estudos filosóficos com crianças e jovens além de ser professor adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso; então, conheceu o Programa de Filosofia para Crianças no final da década de 80, sendo constituído representante regional do Centro Brasileiro de Filosofia para Crianças (CBFC).

Peter Büttner esteve com o Prof. Dr. Mattew Lipman nos Estados Unidos no ano de 2000. Fundou o grupo PROPHIL ? Programa de Filosofia Educar para o Pensar, formou uma equipe de professores habilitados para ministrar cursos de especialização e capacitação em Filosofia para Crianças.

No Mestrado oferecido pelo PPGE- Programa de Pós Graduação em Educação na UFMT, instituiu uma linha de pesquisa em Filosofia na Educação para ensinar o mega-paradigma lipmaniano. Seu jeito especial de ser cativou muitos professores e pesquisadores, com o conceito crítico-criativo-cuidadoso de prática pedagógica desenvolveu inúmeros afazeres didáticos de ensino-aprendizado.

Esboço de atitudes e atividades que, de certa maneira, foram pioneiras:

Como diretor e professor de um colégio em Alto Araguaia promoveu (1969-73):

.Educação integral: disciplinas clássicas de qualidade e oportunidades de lazer educativo: esportes, banda sinfônica e marcial, teatro, horticultura, criação de animais, artes industriais, preparo de desfiles etc.
.Educação que instiga o desenvolvimento de habilidades e competências,
.Educação prazerosa e lúdica,
.Educação para responsabilidade e solidariedade,
.Equilíbrio entre liberdade e disciplina.
.Introdução de conceitos em lugar de notas (foi a primeira escola de Mato Grosso com conceitos).
.Introdução de Sistema de compensação de conceitos baixos de uma disciplina com conceito alto de outra. (Foi a única escola de Mato Grosso a executar esse método na época).
.Este Colégio e o Colégio Buriti (Chapada) foram considerados em 1972 pelo MEC- Inspetoria de Cuiabá os melhores de Mato Grosso.
.Peter recebeu da Câmara dos Vereadores de Alto Araguaia o título de cidadão araguaiense em consideração destes fatos de avanço.

Como Coordenador e professor do Primeiro Ciclo de Estudos da UFMT procurou implantar e promover nos anos de 1974 a 1984:

.Educação de habilidades e competências.
.Educação para o pensar crítico criticamente. Deu ênfase na:

.Importância do planejamento do ensino com objetivos adequados
.Importância do filosofar para a formação humana
.Importância do trabalho dos professores em equipe.

Promoveu, organizou e coordenou:

.O 4.0 Encontro Nacional dos Departamentos de Filosofia em 1984, com a presença de grande número dos filósofos brasileiros. Estes procuraram sensibilizar a Reitoria para a criação do Departamento e do Curso de Filosofia, reforçando o empenho para este fim da Coordenação do Primeiro Ciclo de Estudos e da equipe de professores de Filosofia da UFMT.

Contribuição para a criação do Departamento e do Curso de Filosofia na UFMT:

.Peter é o primeiro professor universitário de Mato Grosso com doutorado em Filosofia e pós-doutorados em Filosofia e Educação, atendendo a exigência de um professor doutor em Filosofia manifestada por autoridades para pensar na criação do Departamento e do Curso de Filosofia. (Peter fez seu doutorado entre 1985 e 1988 na Universidade de Innsbruck/Áustria).
.Contribuição com a elaboração de objetivos, ementas, etc.
.Diálogos esclarecentes e cobranças com os órgãos competentes.


Fundação do PROGRAMA PROPHIL do Departamento de Filosofia em 1990:

.Preocupação com o Ensino de Filosofia (2.0 Grau) em Mato Grosso desde 1980 e contribuições para este fim junto com os Encontros Nacionais dos Departamentos de Filosofia.
.Chamou o Centro de Filosofia para Crianças de São Paulo para dar o primeiro passo na implantação da Filosofia para Crianças ? Educação para o Pensar de Matthew Lipman (Filosofia no 1.0) em Mato Grosso.
.3 Cursos de Especialização para professores de Filosofia para Crianças ? Educação para o Pensar.
.25 cursos de Iniciação pedogógico-didática da educação para o pensar crítico-criativo-cuidadoso com material didático, mentalidade e método da Filosofia para Crianças.

Linha de Pesquisa e Mestrado Filosofia na Educação no Programa de Pós-Graduação do Instituto de Educação da UFMT de 1990 a 2005:

.18 dissertações de mestrado defendidas e aprovadas
.18 Mestres formados na Filosofia para Crianças ? Educação para o Pensar.
.Produção em parceria com a SEDUC de Mato Grosso de um dvd que apresenta novas perspectivas a respeito do por quê, para quê e como do ensino de filosofia nas escolas do ensino básico, com o objetivo de comunicar as experiências teóricas e práticas - contidas neste dvd - aos interessados neste ensino, sejam professores das redes públicas ou particulares e, principalmente aos professores e alunos do curso de bacharelado e licenciatura em filosofia.
.Valorização da tríade do pensar crítico-criativo-cuidadoso
.Provocação de debates, trocas de idéias e sugestões, a fim de realimentar a visão das necessidades deste ensino para o qual a UFMT forma profissionais.
.Alerte de que formação humana não se pode contentar apenas com a trans-missão de dados.
.Enfoque da qualidade dessa formação humana e de sua concentração sobre a educação para o pensar das crianças e jovens em termos de desenvolvimento das habilidades e competências cognitivas e sócio-afetivas.

.Implantação da Educação para o Pensar na Rede Municipal de Cuiabá
.Implantação da Educação para o Pensar na Rede Estadual de Mato Grosso: Programa.
.Ênfase na:
.educação das habilidades e competências do pensar e agir,
.importância do diálogo e da comunidade de investigação como geradora
.indispensável e eficiente do relacionamento humano,
.instigação do autodesenvolvimento do potencial dentro do aluno,
.cultivação do metapensamento,
.compreensão das conexões ocultas do mundo e da nova concepção da natureza, da humanidade e da sociedade,
.educação para responsabilidade e confiança, justiça e solidariedade,
.educação para uma visão ecumênica e a constituição da paz e da sobrevivência,
.educação para a democracia e a globalização de vida plena,
.abertura necessária para um novo relacionamento homem-natureza e homem-homem,
.educação para a qualidade e a plenitude da vida.

Visão pioneira da Educação/formação de um novo tipo de professor:

.provocador e instigador do diálogo e, por meio deste, do potencial dos educandos,
.orientador competente e seguro da auto-educação dos alunos,
.fascinador dos alunos para as tarefas, assuntos, atividades, opções etc.,
.organizador e promotor do aprendizado e de atividades educativas lúdicas e prazerosas,
.instigador e promotor do diálogo investigativo e ordenado, democrático e crítico-criativo-cuidadoso em lugar do monólogo autoritário e anti-educativo.

Novas concepções do lugar da educação:

.Alerta da necessidade da educação para a cooperação entre telencéfalo e diencéfalo, das necessidades do homem aprendiz eterno e de sua condenação ao pensar inteligente para sobreviver, conviver e viver feliz.

.Alerta das mudanças necessárias no sistema brasileiro de educação, após PISA, caracterizando este sistema como apenas ensino instrutor de má qualidade, medindo seu melhoramento e sua eficácia com critérios insuficientes e apenas pelo aumento de salas de aula, de bolsas de estudo, de aparelhos de ar condicionado e computadores etc., mas não pela formação dos professores etc. e não pela essência da formação humana.

A Assembléia dos Deputados de Mato Grosso, em vista de tantas atitudes pioneiras, honrou o Prof. Peter com o titulo de Cidadão Mato-grossense.

Reconhecendo o grande valor e a necessidade da Filosofia Clínica do Prof. Lúcio Parkter, Peter
.sensibilizou muitos dos seus alunos para esta atividade filosófica e os respectivos cursos de formação,
.ajudou na propagação e providenciou salas de aula na UFMT e no Colégio São Gonçalo para o primeiro curso.
.Proferiu palestra sobre a Filosofia de Ernst Cassirer demonstrando, com base nesta, o cunho filosófico da Filosofia Clínica e seu potencial em construir e reconstruir o mundo das pessoas, bem no sentido do pensar crítico-criativo-cuidadoso da Filosofia para Crianças.

NB.: Peter sempre faz questão de lembrar que tudo isso não fez sozinho e que tudo isso só foi possível pelo trabalho em equipe do Prophil. Foi um trabalho com diálogo, apoio mútuo e contínuo crescimento de todos. Portanto, o pioneirismo, na verdade, é de uma equipe.
 
       

 
 
Sites parceiros:

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Fale conosco

Copyright © 2008-2017 Só Filosofia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.