Você está em Ajuda > Filosofia para crianças

Filosofia para crianças

Estratégias de ensino-aprendizagem
Que ser um Profissional da Educação no século XXI é um desafio constante, isso sabemos. Que lidar com seres humanos exige uma compreensão de humanidade, isso precisamos aprender diariamente cada um em seu cada qual... em sua circunstância.
Por isso, não há como ensinar sem aprender.

Pois, é aprendendo o como o aluno aprende que aprendemos a ensinar. Cada ser é impar. Isso quer dizer que se o professor tem 40 alunos em determinada sala ele encontra 40 pessoas diferentes, com história de vida diferente e modos de ser e de aprender bem diferenciados.

Entretanto, percebemos que as pessoas agrupadas em turmas possuem um jeito de se congregar que forma um estilo.
O educador que conhece seus alunos identificará que algumas turmas gostam mais de questionamentos e outras não; assim ocorre quando trazemos textos, figuras, brincadeiras pedagógicas, etc. Alguns grupos valorizam a leitura, a escrita, a fala, ou a música e assim por diante.

Quando um professor(a) buscar estratégias de ensino precisa levar em consideração o modo como seus alunos acolherão e avaliarão tais estratégias.

O fato é que precisa haver diálogo, diria Sócrates.
Ás vezes, festas e confraternizações são tão pedagógicas quanto conteúdos de ensino.
Neste caso, o sucesso do estrategista no ensino está na relação promovida entre os saberes.

Depois disso, pesquisar jogos interessantes para instigar o estudo pode ser muito bom.

Vejamos uma dica:

Existe um jogo chamado V ou F que pode ser melhor utilizado como revisão de conteúdo ou como Prova.

OBJETIVO:
Responder perguntas para dinamizar a aula, estudo ou lição, revisando um assunto já estudado, ou estudar uma nova lição.

QUANTAS PESSOAS JOGAM
O ideal é que sejam grupos de 4 , pois assim cada pessoa pega um cartão.

PREPARO PRÉVIO:

.Preparar os cartões em uma cartolina para entregá-los a cada grupo. Se você quiser envolver os alunos na confecção desses cartões (o que seria ótimo), dê o modelo e peça para eles mesmos fazerem seus próprios cartões.

.Prepare 10 duplas de perguntas (ou seja, um total de 20 perguntas). Nas pags. 135 há algumas sugestões de perguntas para este jogo.

PROCEDIMENTO:

.Faça as perguntas de duas em duas, dando assim a opção de haver sempre duas possíveis respostas (VV, VF, FF ou FV).

.Exemplo: Atenção alunos! Aqui a primeira dupla de perguntas:
- Marcos foi um dos doze discípulos de Jesus (F)
- Davi foi ungido por Samuel ainda quando Saul era rei(V)

.Assim como no jogo dos cartões A, B, C os alunos devem levantar o cartão escolhido quando você disser "3". É importante dizer-lhes que ninguém deve levantar o cartão antes ou depois da contagem. Se assim o fizer, perde os pontos dessa jogada.


Para executa-lo é necessário confeccionar os catões VV - VF - FF - FV.

Referência Bibliográfica:

PACKTER, Lúcio. Filosofia Clinica Propedêutica. Porto Alegre: AGE, 1997.

SUÁREZ, Adolfo Semo. Dicas para esquentar suas aulas. Série" aulas divertidas" Volume I. Editora Paradigma.s/d.





 
       

 
 
Como referenciar: "Estratégias de ensino-aprendizagem" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 19/08/2019 às 17:51. Disponível na Internet em http://filosofia.com.br/vi_criancas.php?id=13