Você está em Ajuda > Outras áreas

Filosofia e outras áreas

    (10/Jan) Como reconhecer um mito
 
O mito é uma verdade anterior a reflexão, originalmente descende de sociedades tribais como uma forma do ser humano se situar no mundo. Sua construção é uma forma do ser humano explicar a natureza e até mesmo sua construção cultural, com a função de dar orientações sobre as ações do homem. Suas verdades não respeitam a lógica nem a verdade empírica, ou seja, a verdade mítica foge à explicação da ciência, por isso procurar a racionalidade no mito é desnecessário. Entre os vários motivos para o seu nascimento o vem para dar ao ser humano a segurança, garantir-lhe o conhecimento “racional” daquilo que o rodeia. Se não puder controlar, mas pelo menos conhece as causas dos fenômenos que percebe.
No mito o indivíduo só existe dentro de um grupo, o qual deve ter sua existência preservada, pois é só por meio dele que este indivíduo é reconhecido como tal. Sendo assim, um mito é uma verdade que existe antes mesmo de cada indivíduo e é em cada indivíduo que ele se concretiza. Como o mito foge das questões lógicas, ou seja, não pode ser explicado através de dados empíricos, ele é uma verdade de fé. Então, as verdades que vem do conhecimento mitológico não podem ser provadas e nem questionadas, é uma questão de acreditar ou não.
De quando em vez aconteci de algum indivíduo não obedecer as regras de vida estabelecidas com base na mitologia que vigente. Quando isto acontecia não só o indivíduo seria punido, mas toda sua família, assim como sua comunidade. Para que isso não acontecesse eram necessários sacrifícios ou rituais de purificação como o “bode expiatório”, nos quais o pecado é transferido para um animal. Quando o animal fosse sacrificado em nome do pecado cometido estaria restabelecida a harmonia e não havia mais perigo de um castigo dos deuses.
Pode parecer estranho, mas mais de três mil anos depois dos relatos mitológicos ainda vivemos governados por deuses que nos impõem verdades que fogem à reflexão. Podemos escolher entre os tantos deuses de nossa época a moda, não apenas como roupa, mas o modismo como algo que é efêmero. Muitas pessoas de nossa época nascem e morrem sob o jugo da moda, compram, vestem, ouvem, comem, assistem o que estiver na moda. O interessante é que, tal como os deuses antigos, este não aceita ser questionado ou pode ser explicado, ele é apenas digno de crença. Os indivíduos que estiverem sob seus domínios devem comportar-se de acordo com suas regras sob a pena serem excluídos. Caso fiquem serão castigados para retomar o equilíbrio de antes de sua prática que desrespeitou os deuses.
Em cada sociedade existem vários mitos que garantem o funcionamento e manutenção de sua existência. Quais serão os mitos que fazem parte de nossa sociedade? Por que não pensamos sobre eles?
     

 
 
Como referenciar: "Como reconhecer um mito" em Só Filosofia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 22/10/2019 às 17:09. Disponível na Internet em http://filosofia.com.br/vi_areas.php?id=46